A poesia está em todos os lugares, basta olhar não apenas com os olhos, mas olhar também com o coração!!!


Sou e serei sempre um eterno sonhador!!!





VOCE VISITANTE, É SEMPRE BEM VINDO!!!





sábado, 8 de outubro de 2011

SOU TERRA ESTRANHA

O meu peito é terra estranha
Os meus rios estão secando
Os ventos que balançam as folhas
Passam, não os sinto me tocando
A chuva que cai já não me molha
Minha alma está surtando
No chão que piso só encontrei fundo falso
Meu tempo está desmoronando
Minha bússola, imantada perdeu o norte
O mar revolto vai me sufocando
Acho que o sol mentiu pra mim
E isso está me apavorando!
Pus os sentimentos na escrita
E olha o que acabei arrumando!
Os jogos nunca existiram
O rio do tempo continua escoando

Tudo é real e definitivo
E nada, nada, está mudando


Como dizia Heráclito , ninguém entra no mesmo rio duas vezes!  Será mesmo?

Poeta de Cá

Nenhum comentário:

Postar um comentário